segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Patê de Cogumelos para harmonizar com vinhos brancos


Tarde quente em um fim de semana. Aproveite o clima, junte alguns amigos e faça uma ótima reunião. Pense em alguns aperitivos, boa música e vinhos. Aí eu te pergunto, tem coisa melhor? Escolhemos um aperitivo "no capricho", pois pensamos em sair um pouquinho do trivial, ou seja, dos acepipes prontos partindo para uma refeição mais natural, menos industrializada, porém, com nível médio de dificuldade, para que assim pudéssemos aproveitar mais o tempo conversando e se divertindo do que dentro da cozinha. Sendo assim decidimos preparar um delicioso Patê de Cogumelos para harmonizar com vinhos brancos. Enquanto o Patê ia sendo preparado "a sei mani", como diria meus parentes lá da Itália se estivessem o preparando, ou seja, a seis mãos, fomos resfriando dois vinhos brancos já com uma expectativa e tanto para saber qual deles melhor harmonizaria. Enquanto um mexia os cogumelos, que na panela eram refogados com cebola e manteiga, alguém cortava os pães semi-italianos cantarolando Pearl Jam que tocava ao fundo, empolgando a turminha dos "gourmelistas", que aqui em especial eram quase tribalistas (a fome chegara!). O cheirinho do patê ficava cada vez melhor a medida em que os demais ingredientes eram acrescentados à receita. E daqui a pouco eu ia até lá, até a sala e dizia para a turma que já havia realizado a tarefa a qual lhe fora delegada, "já está quase pronto".

Rótulos escolhidos, Brasil X Portugal. E quem vence no final?



Do Brasil escolhemos o Aurora Varietal Chardonnay 2015. Para quem não conhece, a Vinícola Aurora é uma vinícola situada em Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul, quem vem ao longo de 85 anos de atividade aprimorando a vinificação e garantindo reconhecimento, colecionando medalhas  e premiações internacionais (o Aurora Varietal Chardonnay 2013 recebeu Medalha de Prata no concurso Vinagora de Budapeste, na Hungria). É um vinho de aromas frutados e citrinos, de ótima acidez, de bom corpo e estrutura, assim como se espera de um bom exemplar de Chardonnay. Apostamos assim que esse rótulo iria "casar" perfeitamente com o nosso Patê de Cogumelos, dado aos ingredientes que foram utilizados na elaboração deste prato, como por exemplo, a manteiga e o creme de leite.


De Portugal escolhemos uma proposta diferente, fomos ao Tejo, uma região que vem a cada ano conquistando o prestígio que lhe é merecido, perfazendo uma nova história. Capoeira 2013 foi a nossa aposta. Um corte de Fernão Pires (uma uva autóctone e bastante importante da região) e Sauvignon Blanc. Com notas florais, de frutas tropicais como maracujá verde, além de um delicioso aroma de frutos citrinos, delicioso e de ótima acidez, entrou como uma aposta inovadora e curiosa já cientes da boa qualidade deste vinho.

E o resultado? 

O Aurora Varietal Chardonnay 2015 harmonizou perfeitamente, crescendo muito em sua qualidade e estrutura. Já o Capoeira 2013, rico de aromas e sabores de frutas bastante evidentes, verdes e citrinos, harmonizou com o limão e salsinha acrescentada na receita, deixando o paladar assim, stupendo!

Variações para um único sim, harmonizaram!

Até o próximo post!
Vanda Meneguci



quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Fevereiro tem Coffee Lovers, Barista e cursos de vinhos e destilados no Octavio Café



Além dos tradicionais cursos Coffee Lovers e Barista, o Octavio Café recebe, em fevereiro, o curso WSET Nível 2 em Vinhos e Destilados da Eno Cultura - escola credenciada pelo Programa de Provedor Aprovado da WSET (WSET Approved Program Provider). 

O curso será ministrado por Thiago Mendes, diretor da Eno Cultura, Educador Certificado pela WSET, embaixador e juiz do International Wine Challenge para o Brasil e México.

A Certificação de Nível 2 em vinhos e destilados aborda a característica das principais uvas e seus países e regiões de origem, além de ensinar técnicas de degustação WSET, serviço de vinho e harmonização. São degustados mais de 50 vinhos e destilados.

O curso acontece de 24 a 27 de fevereiro, de quarta a sexta no período das 18h às 22h30, e no sábado das 9h às 17h. O valor do investimento é de R$ 2.950,00. Mais informações: info@enocultura.com.br.

Presente em mais de 60 países, a WSET oferece educação e formação de qualidade em vinhos e destilados e tornou-se a principal organização internacional da área no mundo.

Coffee Lovers e Barista

O Octavio Café está com inscrições abertas para os cursos Coffee Lovers e Barista, que têm suas primeiras edições do ano neste mês. Indicado para todas as pessoas com interesse em aprofundar seu conhecimento sobre o mundo do café, o Coffe Lovers será realizado no dia 19 de fevereiro, sexta-feira.

Os temas possibilitarão aos participantes aprender técnicas para melhorar o paladar e o olfato, identificar o melhor café na gôndola do supermercado, conhecer o processo produtivo - da semente à xícara -, degustar cafés das espécies robusta e arábica de diferentes regiões produtoras, além de conhecer variados métodos de preparo.

Já o Barista tem duração de dois dias e ensina técnicas de regulagem de moinho, extração de espresso e para o preparo de bebidas à base do grão. Capacita o interessado para a profissão de barista, que ganhou força com o crescimento do consumo de cafés especiais. Será realizado nos dias 27 e 28, das 9h às 17h.

O conteúdo programático inclui aulas sobre o processo produtivo do grão; degustação de defeitos; degustação de microlotes e diferentes perfis de torra; degustações de cafés tradicional, superior, gourmet e especial; trabalho sensorial; processo de torra; técnicas de vaporização de leite, criação de drinques, limpeza e manutenção de equipamentos e preparo de café nos métodos Hario V60, Chemex, Aeropress, French Press, Siphon, Turco e Italiana. Ao final do curso, os alunos recebem certificado em nome da UniOctavio.

A supervisão é da barista e gerente de atendimento e qualidade da casa, Tabatha Creazo. Inscrições e mais informações pelo telefone (11) 3074-0110 ou e-mail cursos@octaviocafe.com.

SERVIÇO:

WSET Nível 2 - Certificado Avançado em Vinhos e Destilados
Quando: de 24 a 27 de fevereiro, de quarta a sexta no período das 18h às 22h30, e no sábado das 9h ás 17h
Onde: Octavio Café - Av. Brigadeiro Faria Lima, 2996
Investimento: R$ 2.950,00 por pessoa. Consulte formas de pagamento e inscrições em info@enocultura.com.br

COFFEE LOVERS
Quando: 19 de fevereiro, sexta-feira, das 19h às 22h
Onde: Octavio Café - Av. Brigadeiro Faria Lima, 2996 
Valor: R$ 385,00 por pessoa. Pagamento no ato da inscrição (pode ser parcelado em até 5 vezes no cartão de crédito)
Vagas: máximo de 15 pessoas por turma

BARISTA
Quando: dias 27 e 28 de fevereiro, sábado e domingo, das 9h às 17h
Onde: Octavio Café - Av. Brigadeiro Faria Lima, 2996 
Valor: R$ 1.150,00 por pessoa. Pagamento no ato da inscrição (pode ser parcelado em até 5 vezes no cartão de crédito). Ao final do curso, os alunos recebem um certificado em nome da UniOctavio.
Vagas: máximo de 12 pessoas por turma 

Informou:
Approach Comunicação Integrada - (11) 3846 - 5787

Até o próximo post!
Vanda Meneguci

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Vinitaly 2016 celebra o 50º ano de sua história de sucesso


Vinitaly pode ser considerada um destino de sonho para qualquer produtor, comerciante, enólogo, sommelier ou simplesmente de qualquer apreciador de vinho. Anualmente no mês de abril, Verona na Itália se transforma na cidade do vinho, ou na "Meca dos árabes" para os amantes da bebida. Vinitaly 2016 celebra o 50º ano de sua história de sucesso, acontecendo entre os dias 10, 11, 12 e 13 deste mesmo mês.

Nascida em 1967, a Vinitaly é o evento que mais do que qualquer outra feira traçou a evolução do sistema nacional e internacional de vinhos, ajudando a torna-lo uma das realidades mais cativantes e dinâmicas do "Made in Italy". São mais de 4.000 expositores entre os grandes e já tradicionais aos pequenos e raros, que contribuem para o sucesso deste grande show da enologia mundial. Na "cidade do vinho" tudo funciona perfeitamente. São grandes pavilhões distintos e alguns interligados que separam os produtores conforme a sua região de procedência. Pavilhões como Toscana, Campania, Sicília, Vêneto, Lombardia, Franciacorta, Marche, Puglia, entre as demais regiões italianas, poderão ser visitados, facilitando a localização do produtor de preferência e também do estilo. São "feiras à parte dentro de uma grande feira" e assim, ao estar na Vinitaly, a sensação é de projetar-se a uma experiência que leva ao experimento de sensações gustativas regionais, como se o próprio visitante estivesse descobrindo cada cantinho da Itália. A feira - cidade é de deixar qualquer um de boca aberta.

Dicas importantes para quem deseja visitar a Vinitaly 2016


Programe-se para fechar o pacote completo: Um dia não é absolutamente "nada" para quem almeja visitar a "cidade do vinho". Faça o pacote completo de 4 dias. Pode até apertar um pouquinho no orçamento, mais acredite, vale a pena. A feira é um complexo gigante e as horas-dia ali passam voando diante a tantas possibilidades de visitação aos estandes, o que pode deixar o visitante confuso caso ele não se planeje com antecedência. A promotora facilita os valores dos convites para quem opta por comprar o pacote de dias completos onde acaba saindo mais caro comprar a diária. O "biglieto gionaliero" ou bilhete diário custa € 80 e/ou € 75 através da compra efetuada on-line. O pacote para os 4 dias custa € 120 e/ou € 115 através da compra efetuada on-line.

Onde se hospedar: são muitas as opções de hotéis que variam de preços entre € 170 a € 375 (diária). Nessa época a procura por hotéis na cidade é imensa. Imagine visitantes de todo o mundo querendo estar alí. Os custos de estadia consequentemente triplicam neste período do ano. Algumas opções de hospedagem: Hotel Fiera Verona, Hotel Catullo Verona, Best Westen CTC Hotel.

Utilize os micro-ônibus gratuitos localizados em alguns pontos da cidade com destino a feira: assim como ocorre nos Trade Shows do Brasil, a promotora do evento - neste caso a Verona Fiere - concede aos visitantes transportes gratuitos saindo de vários pontos da cidade com programação de horário (das 8:30h às 19:45 ida e volta) e partida a cada 15 minutos. A Piazza Bra, no centro da cidade será um dos pontos de partida, além do aeroporto Valerio Catullo. Uma boa oportunidade para economizar alguns Euros com Taxi, que nesses dias de feira acabam enfrentando congestionamentos acima da média diária.

Dicas de ouro. O  que visitar na Vinitaly. Programe-se antecepidamente para um verdadeiro show: faça uma pesquisa dos produtores por região escolhendo alguns que são referências, como por exemplo, do Vêneto o produtor Masi, Zonin, Ruggeri; da Sicília o Tasca de Almerita; da Campania o produtor Molettieri e etc e assim sucessivamente, ou seja, ao menos 5 por região. Caso não conheça bem os produtores italianos, peça uma ajuda a um amigo entendedor de vinhos ou pesquise através de livros especializados ou pela internet. O importante é fazer uma listinha antecipada, assim garantirá conhecer alguns dos mais importantes de cada região. Isso dará uma sensação de "alívio" tão grande, já que lá é impossível conhecer tudo e todos (lembrando como já fora dito acima, são mais de 4.000 expositores presentes). 

O que vestir: Sapatos e roupas confortáveis também são recomendados, além de casacos que não precisam ser extremamente pesados. Nesta época do ano o clima na Itália é bem ameno.

E se possível for, dê uma esticadinha aos lugares fantásticos da cidade: Arena di Verona, Casa di Giulietta: Via Cappello, 23 - Verona, Lago di Garda (a 30 km de Verona). 

Até o próximo post!
Vanda Meneguci.