segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Patê de Cogumelos para harmonizar com vinhos brancos


Tarde quente em um fim de semana. Aproveite o clima, junte alguns amigos e faça uma ótima reunião. Pense em alguns aperitivos, boa música e vinhos. Aí eu te pergunto, tem coisa melhor? Escolhemos um aperitivo "no capricho", pois pensamos em sair um pouquinho do trivial, ou seja, dos acepipes prontos partindo para uma refeição mais natural, menos industrializada, porém, com nível médio de dificuldade, para que assim pudéssemos aproveitar mais o tempo conversando e se divertindo do que dentro da cozinha. Sendo assim decidimos preparar um delicioso Patê de Cogumelos para harmonizar com vinhos brancos. Enquanto o Patê ia sendo preparado "a sei mani", como diria meus parentes lá da Itália se estivessem o preparando, ou seja, a seis mãos, fomos resfriando dois vinhos brancos já com uma expectativa e tanto para saber qual deles melhor harmonizaria. Enquanto um mexia os cogumelos, que na panela eram refogados com cebola e manteiga, alguém cortava os pães semi-italianos cantarolando Pearl Jam que tocava ao fundo, empolgando a turminha dos "gourmelistas", que aqui em especial eram quase tribalistas (a fome chegara!). O cheirinho do patê ficava cada vez melhor a medida em que os demais ingredientes eram acrescentados à receita. E daqui a pouco eu ia até lá, até a sala e dizia para a turma que já havia realizado a tarefa a qual lhe fora delegada, "já está quase pronto".

Rótulos escolhidos, Brasil X Portugal. E quem vence no final?



Do Brasil escolhemos o Aurora Varietal Chardonnay 2015. Para quem não conhece, a Vinícola Aurora é uma vinícola situada em Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul, quem vem ao longo de 85 anos de atividade aprimorando a vinificação e garantindo reconhecimento, colecionando medalhas  e premiações internacionais (o Aurora Varietal Chardonnay 2013 recebeu Medalha de Prata no concurso Vinagora de Budapeste, na Hungria). É um vinho de aromas frutados e citrinos, de ótima acidez, de bom corpo e estrutura, assim como se espera de um bom exemplar de Chardonnay. Apostamos assim que esse rótulo iria "casar" perfeitamente com o nosso Patê de Cogumelos, dado aos ingredientes que foram utilizados na elaboração deste prato, como por exemplo, a manteiga e o creme de leite.


De Portugal escolhemos uma proposta diferente, fomos ao Tejo, uma região que vem a cada ano conquistando o prestígio que lhe é merecido, perfazendo uma nova história. Capoeira 2013 foi a nossa aposta. Um corte de Fernão Pires (uma uva autóctone e bastante importante da região) e Sauvignon Blanc. Com notas florais, de frutas tropicais como maracujá verde, além de um delicioso aroma de frutos citrinos, delicioso e de ótima acidez, entrou como uma aposta inovadora e curiosa já cientes da boa qualidade deste vinho.

E o resultado? 

O Aurora Varietal Chardonnay 2015 harmonizou perfeitamente, crescendo muito em sua qualidade e estrutura. Já o Capoeira 2013, rico de aromas e sabores de frutas bastante evidentes, verdes e citrinos, harmonizou com o limão e salsinha acrescentada na receita, deixando o paladar assim, stupendo!

Variações para um único sim, harmonizaram!

Até o próximo post!
Vanda Meneguci