sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Utopia 2008 foi a escolha certa para acompanhar o Baby Beef Acebolado


Almoço de final de semana em família pede um  bom vinho, e nisso eu acredito, então deixo os melhores rótulos para momentos assim. Quanto à elaboração da comida, deixo essa parte para os familiares, e então, quando sei antecipadamente qual será o "cardápio do dia" penso logo no vinho que vai contribuir para que a nossa refeição possa ser ainda mais especial. O cardápio principal deste almoço em família  em especial, foi um simples mais saboroso Baby Beef Acebolado.

Agora sim, o que me resta é a parte que mais me agrada, a harmonização da bebida. Utopia 2008 foi a escolha certa para acompanhar o Baby Beef Acebolado. Vou explicar o porque.

Baby Beef Acebolado é um prato que possui suculência e suculência requer o acompanhamento de vinhos com boa expressão de taninos e sapidez, ou seja, que seja agradável, ácido (o ácido para vinhos é sinônimo de frescor) e que tenha boa fruta. E foi aí que entrou o nosso grande vinho!

 



Utopia 2008 é da Quinta Santa Maria. Vinho catarinense de grande qualidade


A Quinta Santa Maria nasce de um projeto que tinha tudo para dar certo e deu. Um terreno de altitude de 1200 m a 1300 m acima do nível do mar, onde foi encontrada toda uma condição climática e geográfica ideal  para a produção de vinhos de grande qualidade na região serrana de Santa Catarina. As uvas plantadas para a produção de vinhos finos são as castas francesas: Cabernet Sauvignon, Merlot, Pinot Noir e Syrah (tintas) e Sauvignon Blanc e Chardonnay (brancas); as castas portuguesas: Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Roriz (tintas) e as italianas: Moscatel e Trebbiano (brancas).

Agora vamos falar do Utopia 2008, esse grande vinho:

Análise organoléptica:
Cor: vermelho rubi granada, brilhante com leve halo de evolução.
Aromas: frutas vermelhas e escuras maduras, com notas de ameixas evidentes, frutas secas, especiarias e chocolate.
Boca: retrogosto frutado, frescor, perfeito equilíbrio entre álcool e acidez, taninos macios e muito elegantes, final longo e persistente.
Obs: certamente um grande vinho, com boa complexidade aromática e com um bom potencial de envelhecimento. Maturou 6 meses em barricas francesas e americanas.
R$ 90,00

Onde comprar: https://www.facebook.com/emporioadegaamwine

E para quem almeja uma compra maior quantidade dos excepcionais vinhos Quinta Santa Maria, veja a Promoção especial de Fim de Ano:

2 caixas de Quinta Santa Maria - Entre Nós Cabernet Sauvignon/ Malbec
2 caixas de Quinta Santa Maria Brut Rosé Condessa
2 caixas de Quinta Santa Maria Brut Branca Rainha
2 caixas de Quinta Santa Maria - Glamour Chardonnay
* Forma de pagamento: 4x sem juros no Cartão de Crédito

4 caixas de QSM - Entre Nós Cabernet Sauvignon/ Malbec
4 caixas de Quinta Santa Maria - Brut Rosé Condessa
4 caixas de Quinta Santa Maria - Brut Branca Rainha
4 caixas de Quinta Santa Maria - Glamour Chardonnay                                                                                                                                                                                                                                                
Forma de pagamento: 6x sem juros no Cartão de Crédito
** Frete grátis para SP Capital - ABCD
***  Vendas de caixas apenas para Pessoa Jurídica
**** Com ST inclusa
***** Valores por caixa com 12 unidades:
Entre Nós: R$ 491,40
Brut Rosé Condessa: R$ 425,88
Brut Branca Rainha: R$ 475,08
Glamour: R$ 483,63

Até o próximo post!
Vanda Meneguci

domingo, 22 de novembro de 2015

Wine Summer 2015. Um evento que veio para ficar

Numa sexta-feira quente e abafada, lá fui eu conferir o Wine Summer 2015. Um evento que veio para ficar. Acho mesmo isso porque a iniciativa tem tudo para dar certo, e se faz necessária, já que estamos em tempos de calor, festas de final de ano e valorização do nosso produto interno, em tempos em que o nosso dinheiro anda um tanto escasso para compra de alimentos importados. E falo especialmente dos vinhos. O Wine Summer 2015 foi apoiado pelo governo do estado do Rio Grande do Sul e pelo IBRAVIN e promovido pela Vinho Magazine a qual escolheu o charmoso e recém inaugurado PIKNIK Faria Lima (foto 1) para acolher esta festa, o mesmo espaço que recebera o Aperif à la française neste mesmo ano. É um lugar bonito e gostoso de estar, montado sob estruturas simples mais bastante funcionais,  repleta de mesas grandes e compridas de madeira, entre outras de menor porte, com bancos corridos lembrando um local para piquenique mesmo! 

Possui também uma estrutura interessante de lazer para crianças, pufs espalhados na entrada e palco para pequenas apresentações e shows musicais ao vivo, este construído sob paletes e com um grande ombrelone funcionando ali como um teto, dando um ar de rusticidade, simplicidade, beleza e aconchego ao local. E assim, neste clima gostoso e convidativo e de boa ambientação, food trucks e vinhos, eu passei bem a tarde até o início da noite, antes da chuva cair. E é por tudo isso, somado aos bons vinhos nacionais entre espumantes, brancos e tintos tranquilos apresentados ali, que creio mesmo que um repeteco deva acontecer no próximo ano. Estou certa de quem foi lá durante os quatros dias que aconteceu o Wine Summer 2015 não se arrependeu nadinha mesmo da visita.

E mais uma vez os vinhos nacionais representando muito bem, nosso novo orgulho. Aposto e confio. Vamos então para um tour sob alguns rótulos especiais que eu vi e conferi.


Alegria. Estamos mesmo em São Paulo ou em um pedacinho do Sul? Vinhos tão gostosos quanto a recepção calorosa dos seus representantes e produtores ali presentes


Recepção calorosa e bons vinhos, é o que tinha de sobra ali.Visitei o Stand da Buenos Vinhos que é um distribuidor de vinhos nacionais finos que vem em tempos trabalhando com produtores já de grande prestígio (Casa Venturini, Dal Pizzol e Estância Guatambu estão entre eles) que atua em São Paulo Capital sob uma plataforma de vendas no e-commerce. Fui atendida pelo simpático e atencioso enólogo proprietário Michel Bueno (foto 2) que me apresentou a Linha São Paulo Wine composta por rótulos muito bonitos e até mesmo colecionáveis, ilustrando os pontos turísticos mais importantes da cidade. Os vinhos são: Tannat 2013, com maturação de 3 meses em carvalho francês, Merlot 2010, Ancellotta 2011, Moscato de Alexandria 2014 e Cabernet Sauvignon 2007. Cada um é produzido por uma vinícola especial e escolhida a dedo pelo próprio Michel, orgulhoso pelo seus vinhos, o qual segue bastante criterioso em seu mais novo projeto.
Quinta Santa Maria

Degustei os excelentes Vinícola D´Alture, vinhedos de altitude (entre 1350 m a 1500 m acima do nível do mar) vinícola localizada na região de São Joaquim (SC). O primeiro degustado ali foi o D´Alture Sauvignon Blanc 2013 (foto 3)  delicioso, cheio de frutas tropicais, maracujá, pêssego; tão clarinho sendo quase transparente, só despontando um esverdeal bem sutil. D´Alture Chardonnay 2013 (foto 4), com aromas de pera, abacaxi, frutas brancas de caroço, de ótima estrutura e persistência em boca. Passei então a degustar o D´Alture Louge Rosé 2012 com notas florais tão evidentes que ao sentir seu aroma de ataque pareceu-me cheirar o frasco do Leite de Rosas. Havia notas de morangos também. Delicioso, equilibrado e apaixonante. Chegou a vez dos espumantes, ah os espumantes! D´Alture Chardonnay Brut (foto 5), com as notas típicas de pêssego, frutas tropicais, com ótima persistência e frescor, D´Alture Chardonnay Demi Sec, delicioso e com um dulçor muito equilibrado e o D´Alture Moscatel, vinificado com 100% da casta Moscato Giallo, delicioso para acompanhar sobremesas. Finalizei aqui com dois tintos, D´Alture Merlot 2012 e D´Alture Reserva 2012 (foto 6), que coisa boa! O Merlot com notas de frutas vermelhas maduras, chocolate, baunilha, especiarias e muito macio, o Reserva um vinho stupendo...me lembrou o vinho de um grande produtor chileno! Não é a toa que vencera dois concursos recentes com Medalha de Ouro na cabeça, o Concurso Mundial de Bruxelas 2015 e o Wine Weekend 2015.

FIN Tannat
Saindo dali fui então conhecer alguns vinhos do produtor Quinta Santa Maria, também da região serrana de Santa Catarina. Entre Nós 2009 (foto 7), um corte de Cabernet Sauvignon e Merlot com pequeno percentual das castas portuguesas Touriga Nacional e Tinta Roriz. Cá entre nós? Que vinho delicioso e fácil de beber! Preenche a boca com suas frutas vermelhas e escuras, com acidez notavelmente agradável e taninos redondinhos. Da Condessa Rosé (foto 8) é realmente um espumante da nobreza, que maravilha. Já começa pela sua garrafa linda. Com perlage intensa, aromas de frutas vermelhas que remetem a morangos e frutas tropicais (uma goiaba vermelha), notas citrinas e excelente frescor. Não posso negar...que rosé!

Finalmente cheguei no estande da Vínicola FIN, onde fui muito bem atendida pela simpática família FIN. A vinícola está situada em Missões, no Rio Grande do Sul, e vem perpetuando há 100 anos o mesmo sentimento de paixão e arte contidos na vinificação e produção de vinhos e sucos de uva. Degustei o delicioso FIN Espumante Moscatel (foto 9) produzido sob o método Asti (Piemonte -Itália) que consiste em uma única fermentação a qual é interrompida pelo enólogo em um momento determinado, ou seja, antes da transformação total do açúcar em álcool. Adorei este gostoso espumante mais o FIN Tannat (foto 10 e foto destaque) é que realmente me conquistou. Esqueça qualquer expressão de taninos duros. Eles estão ali, realmente evidentes, porém tão fáceis de beber. Sucesso à  familia FIN, continuem assim! E que venha o Wine Summer 2016!

Até o próximo post!
Vanda Meneguci.


segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Arriba Espanha

Da esq p/ direita: Juan Antonio Correas (ICEX) e
Arthur Azevedo ABS-SP
Mais uma grande degustação aconteceu no último dia 11 de novembro e com vinhos pra lá de encantadores encerrando um tour, totalizando 3 eventos sob o título de vinhos da Espanha, ocorridos na Associação Brasileira de Sommeliers - SP sob iniciativa da ICEX, com uma bela apresentação de Arthur Piccolomini Azevedo que dera uma aula à parte sobre a região da Rioja, - a principal região vitivinícola da Espanha - e do emblemático e tão particular vinho Jerez. Foram selecionados 8 rótulos entre 4 produtores, para que nós expectadores pudéssemos nos deleitar e admitir que o nome dado a esta terceira e última parte do tour, recebera um nome muito propício para a ocasião onde aclamamos "Arriba Espanha" com todo louvor!


Vamos então para os vinhos?



1) Manzanilla Alegria (Jerez)

Produtor: Bodegas Willians & Hubert
Importador: Baid`nher Comércio
Pais/Região: Espanha, Andaluzia (Sanlucar de Barrameda)
Casta: 100% Palomino
Análise organoléptica:
Cor: amarelo palha límpido e brilhante.
Aromas: floral, com flor de camomila bastante evidente além das notas minerais.
Boca: fresco, frutado, equilibrado, com boa estrutura e de boa persistência. Este Manzanilla é pura alegria, uma delícia!
R$ 60,00


2) Dry Sack Fino Sherry  (Jerez)
Produtor: Bodegas Willians & Hubert
Importador: Baid`nher Comércio
Pais/Região: Espanha, Andaluzia (Sanlucar de Barrameda)
Casta: 100% Palomino
Análise organoléptica:
Cor: amarelo palha límpido e brilhante.
Aromas: notas de oxidação (acetaldeído) típicas de Jerez, amêndoas e frutas secas.
Boca: frutado, equilibrado, com boa estrutura e de boa persistência. Muito bom e de excelente custo benefício.
R$ 60,00


3) Finca Valdeguinea Blanco Joven 2013
Produtor: Finca Valdeguinea
Importador: Premium
Pais/Região: Espanha, Rioja (DOCa)
Casta: 100% Viura (ou Macabeu)
Análise organoléptica:
Cor: amarelo palha brilhante com reflexos verdeais.
Aromas: florais e citrinos.
Boca: fresco, frutado, equilibrado e de ótima acidez.Um vinho Viura de tipicidade e elegância. Ótimo.
R$ 100,00


4) Rioja Bordon Rosado 2014
Produtor: Bodegas Franco Españolas
Importador: AC Urban Tribe
Pais/Região: Espanha, Rioja (DOCa)
Castas: Viura e Garnacha
Análise organoléptica:
Cor: rosé claro brilhante.
Aromas: frutas vermelhas com presença de cerejas e morangos e toques florais.
Boca: fresco, leve, frutado e de bom equilíbrio. Delicioso!
R$ 99,00


5) Sonsierra Seleccíon Tinto 2013
Produtor: Bodegas Sonsierra
Importador: Irmãos Seguso
Pais/Região: Espanha, Rioja (DOCa)
Castas: 100% Tempranillo
Análise organoléptica:
Cor: vermelho rubi intenso e brilhante com reflexos violáceos. 
Aromas: frutado, com boa expressão de frutas vermelhas e pretas.
Boca: boa acidez, boa fruta, média persistência e bom equilíbrio. Um exemplar interessante e de ótima proposta como um vinho de entrada.
R$ 39,90


6) Rioja Borbon Crianza 2012
Produtor: Bodegas Franco Españolas
Importador: AC Urban Tribe
Pais/Região: Espanha, Rioja (DOCa)
Castas: Tempranillo e Garnacha
Análise organoléptica:
Cor: vermelho rubi de média intensidade e brilhante.
Aromas: frutas vermelhas, baunilha, coco e notas de tosta.
Boca: frutado, equilibrado, boa fruta e ótima persistência. Amei este vinho! 
R$ 99,00


7) Sonsierra Crianza Vendimia Seleccionada 2009
Produtor: Bodegas Sonsierra
Importador: Irmãos Seguso
Pais/Região: Espanha, Rioja (DOCa)
Castas: 100% Tempranillo
Análise organoléptica:
Cor: vermelho rubi de média intensidade, lágrimas abundantes e com breve halo de evolução.
Aromas: frutas vermelhas, coco, tostado, baunilha e toque floral elegante.
Boca: frutado, fresco, equilibrado, taninos finos e de longa persistência. Apaixonante!
R$ 74,90


8) Finca Valdeguinea Etiqueta Negra 15 meses 2009
Produtor: Finca Valdeguinea
Importador: Premium
Pais/Região: Espanha, Rioja (DOCa)
Castas: 100% Tempranillo
Análise organoléptica:
Cor: vermelho rubi intenso com leve halo acquoso, com lágrimas abundantes e brilhantes.
Aromas: frutas vermelhas, frutas escuras, madeira bem integrada, coco, baunilha, lácteo, especiarias e chocolate.
Boca: frutado, fresco, muito equilibrado, longo e persistente. Poderoso e sublime. Um grande vinho!
R$ 241,50




Até o próximo post!
Vanda Meneguci

terça-feira, 10 de novembro de 2015

Aurora Varietal Merlot é aposta certa na relação custo benefício

Ando quebrando muitos paradigmas. Há tempos os vinhos brazucas vem me cativando e revelando o seu grande potencial. Tenho falado isso já em algumas publicações anteriores e não me canso em repetir. Confesso que ao comprar este vinho não estava disposta em desembolsar mais do que R$ 25,00, afinal, estamos em tempos de crise e a ordem da vez é economizar. Mais ficar sem vinhos? Ah, isso não! Motivada pela novela Além do Tempo que não para de citar os bons vinhos Merlot que são produzidos ao sul do país,- coisa que alguns enófilos não sabem, mas isso não é mera ficção novelística, tem um V maiúsculo de Verdade sim - encontrei este Aurora Varietal Merlot 2014 na prateleira de um mini mercado. Comprei para leva-lo num encontro de amigos e pedimos pizza para acompanha-lo. Antes mesmo de falar sobre suas características organolépticas, tenho algumas coisas para dizer: Aurora Varietal Merlot é aposta certa na relação custo benefício.  

Quer um conselho? Esqueça os preconceitos, se abra para os novos tempos de uma viticultura moderna, que hoje produz vinhos com supremacia. E vai aqui mais um conselho para sempre acertar: escolha um bom produtor e terás um vinho surpreendente, independente do valor!

Algumas informações bem interessantes extraídas do Ibravin te deixarão bem confiantes na hora de optar por rótulos nacionais da Serra Gaucha, região de onde vem o nosso delicioso varietal:

A Serra Gaucha é: a mais importante região vinícola do Brasil, respondendo por 85% da produção nacional de vinhos. Está situada no paralelo 29º Latitude Sul, com clima temperado quente, o qual varia entre 12,9 ºC a 22,9 ºC. Está localizada em uma área de relevo acidentado, com vinhedos que encontram-se numa atitude de 400 m a 800 m acima do nível do mar. Os solos são de origem Basáltica, que formam um verdadeiro mosaico de mesoclimas, sendo assim, a região tem tudo necessário para um excelente cultivo: bom solo, mesoclimas variados, paisagens e condições particulares, além de tecnologia de ponta e assessoria de winemakers renomados que são contratados como consultores para garantir vinhos brasileiros com trabalho de gente grande! Não é à toa que vamos ganhando notoriedade internacional. Ainda duvida?


Então vamos para o vinho?

Aurora Varietal Merlot safra 2014
Produtor: Vinícola Aurora
País/ Região: Brasil - Bento Gonçalves

Análise organoléptica:
Cor: vermelho rubi brilhante
Aromas: frutas vermelhas maduras lembrando cerejas  
Boca: frutado, taninos macios, bom equilíbrio e persistência
Obs: delicioso e de valor super acessível (apenas R$ 21,90). A versatilidade da casta Merlot é tamanha que harmoniza com uma boa variedade de sabores de pizza. Com a minha fatia de pizza Marguerita ficou show! 

Até o próximo post!
Vanda Meneguci.

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Quadro de rolhas ou tampinhas de cerveja. Uma boa opção de presente para enófilos e cervejeiros apaixonados



Ah...os amantes de vinho e cerveja...adoram objetos e acessórios relacionados a bebida. Falo isso por mim e sei que ao meu redor outros winelovers também colecionam e desejam tudo, ou seja,  todos os tipos de acessórios de serviços possíveis, desde os mais utilizados aos que são apenas uma mera lembrancinha que faça alusão aos vinhos. 

                                         Quadro de rolhas e tampinhas de cerveja formato 50X30cm 

Triste jogar fora aquelas rolhas que nos são tão adoráveis, pois são únicas, não é mesmo? Pois quem ama os vinhos sempre quer guardar a rolha de recordação, pois é bem mais prático do que guardar a garrafa, e com a cerveja, bingo. O sentimento é exatamente o mesmo. As tampinhas tem vida, são coloridas, cheias de logotipos e de boas lembranças. E por não possuir um local adequado para guarda-las (as rolhas) preenchemos decanters e vidros em geral, até algumas taças... até ficar sem local que baste, - pois vamos abrindo garrafas e mais garrafas, acumulando as preciosas cortiças - ficando essas perdidas enfim nos armários e até dentro do guarda-roupa. Este é bem o meu caso.

Quer resolver este problema de uma forma decorativa e prática ou  quer deixar alguém que você gosta e que ama os vinhos e cervejas muito feliz? Dê a ele (a) um quadro de rolhas ou tampinhas de cerveja. Uma boa opção de presente para enófilos e cervejeiros apaixonados. Uma ótima dica de presente, e quer saber? Um presente para você mesmo (a) que vai deixar seus amigos bastante impressionados com essas belezuras. Já pensou um quadro destes em cima da sua adega? Que coisa linda! Ou da sua estante, ou ao lado da cristaleira de copos e taças de vinho? São sofisticados, diferenciados, elegantes e totalmente personalizados. Trabalho e talento da jovem Natalia Rodrigues Mira, que desenvolve os quadros que ilustram esta matéria. São várias opções de frases, molduras e cores de fundo as quais você faz o pedido e ela desenvolve ao gosto do freguês! Já estou de olho em um!

Natalia Rodrigues

Segue os contatos da Natalia:
E-mail: natyrodrigues_57@hotmail.com
Whatsapp: (11) 97704 52 51

Peça já o seu. Uma ótima opção para se auto presentear ou dar de presente neste final de ano. E finalmente suas rolhas e tampinhas de cerveja estarão protegidas, honrosamente guardadas!







Até o próximo post!
Vanda Meneguci.