quarta-feira, 10 de setembro de 2014

A Publicidade nos Vinhos - Comerciais



                                                                           
A publicidade está em todo lugar, sendo assim, não poderia estar distante do mundo dos vinhos. Ditados populares caem no gosto comum e possuem lá suas verdades. "Publicidade é a alma do negócio? Sim, sempre, e em todos os sentidos. Como publicitária de formação, não posso deixar de apreciar a beleza e o fascínio que se esconde nos comerciais inteligentes. Tem muita coisa ruim por aí, mais tem muita coisa boa também!

O comercial bem feito fala por si só, exprime sentimentos. E através de seus signos, símbolos e significados, personifica um produto, pois este (o produto) ganha identidade própria, como um ser humano de fato; adquirindo alma, conceitos que o consumidor compra por se identificar com toda simbologia embutida ali; no caso dos comerciais de vinhos "em cada garrafinha uma nova vida"  por isso as diversas marcas de um mesmo produtor! Assim  as empresas definem seus públicos distintos mostrando a eles aquilo que eles querem ver: algumas vezes o seu espelho; e outras vezes, o espelho deles mesmos, tudo com uma finalidade única: a de atração e admiração a primeira vista, assim como quando nos apaixonamos ou nos identificamos com algo ou  alguém e dizemos para nós mesmos (as): "E não é que ele (a) se parece comigo?" Selecionei 10 comercias de grandes vinícolas, sendo alguns institucionais, outros de marcas de vinhos. Lindos, fantásticos, cheios de personalidade e simbologismos a parte. Sibaris da Undurraga, é uma marca muito interessante. Sibaris foi  uma cidade muito rica da Grécia antiga. Os Sibaristas eram apreciadores de obras de arte, leitura, lugares bonitos, natureza, objetos de luxo, boa música, esportes, alta gastronomia, - mas é claro que este termo naquela época ainda não existia - conclui-se então que, pessoas dadas aos prazeres da vida "bebem" o vinho Sibaris, da Undurraga".  O comercial da Freixenet é um exemplo como o contemporâneo e o tradicional se fundem: O espírito cigano do espanhol, a dança flamenca, a Cava, a beleza, a festividade. Tasca d' Almerita é um vídeo sublime: paisagens dos vinhedos da vinicola na Sicilia retratam a "simple life" e ao mesmo tempo rica de cultura desta ilha Italiana em sua orquestra de taças de vinho (belíssimo). Dona Paula é institucional. Evidencia as contribuições do terroir Argentino para viticultura na América do Sul, a beleza das cordilheiras, e a tradição de se produzir bons vinhos, esta oriunda dos imigrantes europeus. Mumm é o simbolismo total do que representa o Champagne: elegância ao máximo!  Moet & Chandon traz o luxo contemporâneo, onde circulam a riqueza das grandes capitais e cidades mundiais da moda e das pessoas altamente sofisticadas. Vale a pena ver estes 10 comercias. Tirem 30 minutinhos para melhor entenderem o que todos esses símbolos querem realmente nos trasmitir:

      Vídeos:
Por fim, finalizo esta matéria com uma frase simples:

"A filosofia por trás de muita propaganda é baseada na velha observação de que todo homem é na realidade dois homens — o homem que ele é e o homem que ele quer ser."

  





Até o próximo post!
Vanda Meneguci